sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Considerações sobre o Body Jump: 4 meses já! #Parte 1

Lembram quando contei aqui que iria começar a fazer aulas de body jump, ou simplesmente jump, pros íntimos, rsrsr; então, já se passaram 4 meses, acho que é um tempo bacana de prática, pra vir dar minha opinião sobre o exercício.
Antes de iniciar a primeira aula, fiquei em dúvida se conseguiria acompanhar o rítmo e ir até o fim sem parar, afinal, são em média 50 min. pulando.


Antes de começar a aula...
... a gente faz os alongamentos tradicionais de braço e pernas, e também com alguns passos da própria coreografia, só que no chão.

Iniciando a aula...
... subimos no mini trampolim, que é o nome específico da caminha elástica, rs, e começamos com uma corrida leve.

Desenvolvimento...
... aí a gente começa a derreter com os passos em si. Assisti alguns vídeos no You Tube, e basicamente os passos são os mesmos daqui, alguns com movimento de braço um pouco diferente, mas em si não mudam muito. Oque eu procurei no St. Google o nome dos passos pra colocar aqui... mas não achei nada que falasse sobre, então vou tentar explicar como executamos alguns passos. Os nomes são quase todos em inglês, alguns que eu me lembro como: sprint ( corrida rápida sobre o trampolim ), twist ( salto duplo sobre o trampolim, pra ambos os lados, onde a gente só troca de lado com os membros inferiores e superiores, o tronco em si fica voltado pra frente ), chinelo ( tipo o polichinelo tradicional, que a gente faz no solo, só que pode ser com mais repetições, tanto aberto como fechado, e os braços ficam voltados pra baixo - um dos passos preferidos, rs ), cowboy ( tem o baixo e o alto, que respectivamente consistem em posicionar uma perna a frente e outra atrás, empurrar a lona com ó pé de trás e quicar o da frente e pular numa perna só, dobrando a perna que fica suspensa, voltando o joelho pra fora ) hop ( corrida alta, aquele lance de tentar encostar o joelho no queixo, rs ) além de muitos outros, mas vou poupar vocês da minha descrição mega cintífica sobre cada passo, rsrsrs, espero que tenha dado pra entender um pouco.
Aí, é só acostumar com o trampolim, e tentar acompanhar a coreografia, que no início, até a gente acostumar com o nome dos passos, não é a tarefa mais fácil, mas na segunda semana, mais ou menos já melhora.
Oque também faz super diferença, é o mix escolhido pelo instrutor (a), as músicas tem que ser bem animadas, e pra mim, quanto mais alto o volume, melhor, rsrs.

Pra finalizar...
... a gente desce do trampolim por trás, e vai novamente pros alongamentos, que podem ser no chão, ou sobre o trampolim, sentada ou deitada. A nossa instrutora varia, uma semana a gente faz um pico a mais, (que é uma música mais agitada), e na outra um pico a menos e abdominais sobre o trampolim junto com o alongamento, é ótimo, nesses abdominais além de trabalhar o abdomen em si, também trabalhamos as pernas; mas eu prefiro quando tem uma música a mais, haha.

Esse post iria ter mais umas dicas apartir daqui e tals, mas achei melhor dividí- lo em duas partes pra não ficar muito extenso. Então na parte 1, escrevi mais sobre como é o procedimento, como são alguns passos, que foi oque senti falta em saber antes de começar, que dá aquela curiosidadesinha de saber como é, a gente recorre à internet e não tem nada que fale sobre isso, só gasto calórico e benefícios.
No próximo post, vou colocar algumas dicas extras que facilitam um pouco, pra quem ainda não fez nenhuma aula.

E pra finalizar, o vídeo mais bacana sobre o assunto que achei no You Tube, uma sala bem organizada, e um instrutor animado, olha só:


P.S.: nesse vídeo tem o Twist, e mais alguns passos que eu falei, vai dar pra vcs entenderem melhor, rsrs. Bjokass!

6 comentários:

  1. Eu faço essa aula é muito bacana!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Belinha! É ótima né? Além de ser um super exercício, ainda é divertido, eu adoro.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  3. Oii adoreii seu blog! Eu fiz Jump.. Mas não dei ocnta e parei! hahahha! Mas é legal!!

    beijos! Suh

    ResponderExcluir
  4. Oi Suh! Haha, é, tem ter pique pra aguentar a aula toda, né?
    Bjokas!

    Oi Lorena! Também amo, tô viciada no jump, hehe.
    Bjokas!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para o blog, obrigada por comentar!